A So Foot utiliza a virtualização para poder suportar picos de tráfego online durante o Campeonato Mundial de futebol

OVH e So Foot

So foot
5000 pedidos HTTP por segundo

5000
pedidos HTTP por segundo

500 000 visitas por dia

500 000
visitas por dia

13 milhões de registos alojados

13 milhões
de registos alojados

O contexto

Em preparação para o Mundial de futebol de 2014, a So Foot realizou projeções e estimou que o seu tráfego diário iria ultrapassar 1 milhão de páginas vistas por 500 000 visitantes únicos. A infraestrutura que suportava a totalidade dos conteúdos digitais era alojada até então por um único servidor dedicado. Para poder suportar os picos previstos, a So Foot precisava de implementar uma infraestrutura mais robusta e, sobretudo, escalável. O seu fornecedor de serviços, SYSADMIN BADASS, criou uma solução cloud escalável e altamente disponível, que foi depois implementada na infraestrutura da OVH.

O desafio

A direção da So Foot não acreditava que a infraestrutura existente podia gerir de forma fiável os picos de carga previstos, e o tempo era escasso para reescrever o código da aplicação. Isto queria então dizer que a solução cloud tinha de ser implementada numa aplicação concebida para funcionar numa única máquina.

“A infraestrutura suportou a carga do primeiro ao último dia do Mundial.”
Nicolas Capeyron, Manager, SYSADMIN BADASS

A solução

Ao utilizar a infraestrutura da OVH, SYSADMIN BADASS concebeu uma configuração altamente disponível composta por instâncias Public Cloud faturadas à hora e implementadas em apenas alguns minutos. Esta flexibilidade permitiu à So Foot controlar os seus custos respondendo à procura dos seus utilizadores.

Para uma distribuição efetiva dos pedidos HTTP, um IP Load Balancer OVH foi implementado no topo da infraestrutura para redirecionar os pedidos para dois servidores dedicados da OVH configurados com HAProxy. Para absorver o tráfego previsto, foram implementados oito servidores web (nomeadamente, três máquinas da OVH e cinco instâncias Public Cloud), com a possibilidade de adicionar máquinas adicionais sempre que necessário.

A base de dados do website, de 13 milhões de registos, e o servidor de back-office utilizado por 40 jornalistas no mundo inteiro foram geridos e alojados em servidores dedicados da OVH. Para garantir a máxima fiabilidade, a infraestrutura completa foi monitorizada com Munin e instalada num VPS Cloud de alta disponibilidade. A base de dados e o conteúdo web estático do site foram copiados e armazenados com o Backup Storage da OVH.

O resultado

As visitas aumentaram 300% em SoFoot.com durante o Campeonato Mundial de 2014 e o website manteve-se disponível sem qualquer interrupção. Em consequência, a So Foot adotou de forma permanente a solução implementada pela OVH. SYSADMIN BADASS testa a implementação automática de instâncias adicionais para proporcionar à So Foot uma infraestrutura totalmente flexível e autogerida. Além disso, a So Foot também decidiu lançar um site de e-commerce com a solução SaaS PrestaShop da OVH.

A infraestrutura da SoFoot.com ganhou o Prémio da Infraestrutura 2014 da OVH, na categoria “Projetos Cloud” durante o OVH Summit 2014.